Bataguassu – Pescador profissional é preso pela PMA por pesca predatória


O pescador profissional, José Rovira de 52 anos, foi preso pela Polícia Militar Ambiental (PMA), no lago da Usina Sérgio Mota, próximo ao local denominado Santana, em Bataguassu, por estar com 35 kg de pescado, dentre os quais havia exemplares em tamanho inferior ao permitido pela legislação.

Além do pescado, foram apreendidos 01 barco, 01 motor de popa e 06 redes de pesca.

Foi dada voz de prisão em flagrante ao pescador, e foi autuado em flagrante delito por crime de pesca predatória, recebendo um auto de infração administrativo, sendo arbitrada multa de R$ 1.480,00.

O pescador foi conduzido, juntamente com o material apreendido à delegacia de Polícia Civil de Bataguassu, .

O pescador saiu após pagar fiança e responderá ao processo em liberdade. Caso seja condenado, poderá pegar pena de 01 a 03 anos de detenção.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.