Turismo da pesca está naufragando em Corumbá

Com a maior estrutura para a pesca esportiva em água doce, Corumbá está perdendo gradativamente uma atividade econômica consolidada.

Sem o peixe, ela deixou de ser um bom negócio. Rios como o Paraguai estão saturados, há excessos de barcos circulando com pressão nos berçários que ainda restam e a fiscalização não consegue cessar a pesca predatória.

A região recebe cada vez menos turistas anualmente. Mais da metade das embarcações já deixou o município.

Veja também

Goiás – Lei da Cota Zero será renovada por mais três anos

Os rios goianos são, sem dúvida, um dos maiores patrimônios de Goiás. A biodiversidade e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verificação Segurança (obrigatorio) * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.